Blog

Artigos na categoria: Economia

Quer dicas sobre economia? Leia os nossos conteúdos com foco em economia, para ficar cada vez mais informado e fazer o dinheiro render mais.

7 atalhos mentais que influenciam suas decisões sobre investimentos

Entenda os atalhos mentais e vieses comportamentais nos investimentos

Como funciona sua mente quando você precisa tomar uma decisão? É claro que a resposta para essa pergunta não é tão simples! Seja para decidir o próximo destino de férias ou o investimento onde você vai aplicar seu dinheiro, são muitas as variáveis envolvidas no processo de escolha. Escolhas essas que, aliás, não são sempre feitas de forma racional.

Mesmo sem tomar consciência, recorremos a atalhos mentais, ou vieses comportamentais, para facilitar o processo de tomada de decisão. Esse é um campo de estudo da economia comportamental, que acabou de ser laureada com o Prêmio Nobel de Economia pelos trabalhos do economista Richard Thaler1.

Neste artigo faremos um resumo dos principais atalhos a que seu cérebro recorre na hora de tomar decisões relacionadas às suas finanças pessoais e investimentos. Antes disso, vamos entender como funcionam esses atalhos ou vieses.

Categorias: Economia comportamental, Iniciante, Intermediário, Avançado

Nadando em trilhões de dólares

Economia em 5 minutos

Quem se lembra daquela cena clássica do tio Patinhas, o famoso desenho da Disney, “mergulhando” em sua caixa-forte? Ele curte toda sua riqueza como se fosse uma piscina recheada de moedas de ouro. Bem, podemos traçar um leve paralelo com os dias atuais. Claro, evidentemente que não somos nós que estamos nessa situação de nadar em moedas de ouro, mas é verdade que a política econômica dos últimos anos, promovida pelos principais bancos centrais do mundo, é de literalmente derramar dinheiro na economia…E essa conta dá mais de trilhão!

Categorias: Intermediário, Avançado, Economia em 5 minutos, Economia

Bovespa em alta! Quais os motivos?

Economia em 5 minutos

Ótima notícia para os leitores da Vérios que gostam de economia. Estamos retomando a série Economia em 5 minutos, que traz comentários periódicos sobre o cenário recente. Dessa vez, a série será encabeçada pelos nossos amigos do Terraço Econômico, que está mudando a forma de falar de Economia no Brasil. Os economistas do Terraço usam uma linguagem mais jovem e mais próxima da realidade do público, menos fechada no mundinho do financês.

Então, vamos ao texto deles. E usem os comentários para nos dizer se gostaram, além de tirar suas dúvidas. Boa leitura!

– – –

A bolsa de valores voltou à moda no Brasil, ou melhor dizendo, o índice IBOVESPA voltou a fazer manchete nos jornais de algumas semanas para cá, muito explicado pela valorização acumulada no ano de aproximadamente de 25%. Mas antes de qualquer euforia e corrida para investir, você consegue entender o motivo?

Categorias: Intermediário, Avançado, Economia em 5 minutos, Ações

Deflação: entenda o que é e saiba se ela afeta seus investimentos

Deflação: gráfico da inflação medida pelo IPCA de 2006 a 2017 nos meses de junho

O Brasil tem um histórico de inflação bem peculiar. Basta voltar algumas décadas no tempo para relembrar da chamada “hiperinflação”, ocorrida entre os anos 1980 e 1990. Nesse período, a inflação chegou a ultrapassar (pasmem!) os 80% ao mês, o que significa dizer que um produto poderia quase dobrar de preço de um mês para o outro. Era aquela época em que as etiquetas dos produtos nos supermercados sofriam trocas a todo instante tamanha a instabilidade.

Na prática, a hiperinflação representa uma alta generalizada e contínua dos preços, corroendo o poder de compra dos consumidores. Para se ter uma ideia, entre 1980 e 1989, a inflação média no Brasil bateu 233,5% ao ano. Já na década seguinte, o índice saltou para 499,2% anuais.

Categorias: Iniciante, Intermediário, Avançado, Indicadores econômicos, Economia

“Ter dinheiro guardado me deu segurança para dar novos passos na carreira”

Vérios Entrevista - Eduardo Castro

Este artigo inaugura uma nova série em nosso blog. Adoramos compartilhar as histórias e trajetórias de aprendizado de quem investe conosco. Algumas dessas pessoas, porém, têm um perfil diferente: especialistas no mercado financeiro, elas são, digamos, fluentes no tal financês! Em tese, não precisariam da ajuda da Vérios para gerir seus investimentos. Ainda assim, elas nos escolheram. Na série de artigos Vérios Entrevista você vai conhecer as motivações, visão de mundo e opinião sobre investimentos de notáveis amigos do nosso robô Ueslei.

Para inaugurar a série, uma entrevista com um mineiro de Belo Horizonte, o economista Eduardo Castro.

Categorias: Iniciante, Intermediário, Avançado, Carteira inteligente, Planejamento pessoal, Economia, Por dentro da Vérios

O que é o IPCA? Conheça o principal indicador da inflação

Conheça o IPCA, o principal índice de inflação

O IPCA, Índice de Preços ao Consumidor Amplo, é o indicador oficial de inflação do Brasil.  É a referência usada pelo governo para definir a meta de inflação do país — que atualmente está em 4,5% ao ano.

O índice é calculado mensalmente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e tem o objetivo de informar quanto aumentaram ou diminuíram os preços dos produtos consumidos pelos brasileiros em um determinado período.

Por exemplo, quando se diz que o IPCA subiu 6,29% em 2016, significa que ao longo daquele ano os bens e serviços normalmente consumidos pelo brasileiros tiveram um aumento médio de preços em 6,29%.

Categorias: Iniciante, Indicadores econômicos, Economia

Mercado financeiro: o que é isso?

Sabia que o dinheiro que você tem na conta corrente é usado pelo banco como recurso para concessão de crédito a pessoas físicas e empresas que precisam de empréstimos? Então, quer dizer que a quantia “some” da sua conta? Não. Até porque se você tiver saldo disponível, conseguirá sacar na hora em que precisar. O dinheiro entra numa cadeia de troca de recursos que as instituições financeiras promovem entre si e junto aos clientes. Ficou confuso?

Funciona assim: o João tem recursos sobrando e, por isso, aplica o dinheiro para que ele renda ao longo do tempo. Por outro lado, a empresa XPTO precisa de recursos para comprar máquinas e equipamentos. Portanto, ela buscará um empréstimo. De maneira simplificada, mas bem simplificada, é que o João “empresta” o recurso que tem a mais à empresa XPTO. Claro que esse processo não ocorre diretamente. É necessário ter a participação de um intermediário para criar o elo entre esses agentes.

Nesse caso, o João é poupador ou investidor, enquanto a XPTO é tomadora de recursos. Já o banco funciona como um intermediário para que as transações ocorram. E trocas como essas acontecem a todo o momento num ambiente conhecido como mercado financeiro.

Categorias: Iniciante, Intermediário, Economia

A (in)sustentabilidade da Previdência Social

Veja números e argumentos que explicam a necessidade de uma reforma da Previdência

Proporcionalmente ao PIB, o Brasil gasta 50% mais em pensões e aposentadorias do que a média dos membros da OCDE, o clube dos países ricos. Ao mesmo tempo, a população brasileira tem apenas a metade da proporção de idosos desses países. Mas não é só o volume dos gastos que preocupa.

A trajetória dos gastos também assusta. Uma matéria da revista The Economist mostra que as despesas com pensões e aposentadorias passaram de 5% do PIB em 1991 para 11% do PIB em 2016. Mantidas as regras atuais, essa tendência se manteria inexorável: as projeções de diversas instituições indicam que essa porcentagem chegaria a cerca de 20% do PIB daqui a 20 anos1.

Categorias: Iniciante, Intermediário, Avançado, Aposentadoria, Economia

O que é o CDI?

Explicamos o que é o CDI e a taxa DI!

Quem pesquisa sobre investimentos topa com essa bendita sigla o tempo todo! Mas você já parou para pensar sobre o que é o CDI?

CDI significa Certificado de Depósito Interbancário e nada mais é que a taxa de juros pela qual os bancos e demais instituições financeiras emprestam dinheiro uns aos outros. O CDI é definido diariamente e está sempre bem próximo da taxa Selic, a taxa básica de juros da economia.

Categorias: Iniciante, Indicadores econômicos, CDB, LCI e LCA

Finanças para mulheres? Finanças são pra todos!

Finanças para mulheres: leia o artigo de Maiara Xavier

Em 2006 li um livro, entre tantos outros. Era “o” livro, meu primeiro sobre educação financeira. E ele era direcionado para mulheres.

Além de acreditar que o mestre chega quando o aluno está pronto (no caso, meu mestre foi o livro chegando no momento exato em que eu estava pronta para recebê-lo), acredito também que o mestre chega com linguagem familiar aos nossos ouvidos.

O livro falava comigo. Entendia minhas aflições e apoiava meus sonhos. Era como uma melhor amiga que conhecia meus mais secretos desejos e ainda me mostrava o caminho a seguir.

Categorias: Economia comportamental, Iniciante, Intermediário, Avançado, Planejamento pessoal, Cansou de ler sobre investimentos?