Blog

Artigos na categoria: ETFs

Quer saber como investir utilizando ETFS? Leia os nossos conteúdos para saber mais sobre como investir no mercado americano, sem as burocracias do mercado financeiro.

Dividendos: como funciona a distribuição de lucros de empresas listadas em bolsa

Dividendos: saiba tudo sobre o pagamento de dividendos por empresas da bolsa

Quem nunca jogou Banco Imobiliário na infância ou na adolescência e não se lembra da alegria quando seu pino parava na casa “lucros e dividendos”? Como uma espécie de passe de mágica, ganhava-se dinheiro para investir mais em outras propriedades, pagar despesas ou simplesmente deixar em caixa.

Brincadeiras à parte, os dividendos também estão presentes em aplicações financeiras, como ações e fundos imobiliários, por exemplo. Neste texto, vamos focar apenas na distribuição de lucros de empresas com papéis negociados na bolsa de valores, a B3 (antiga BM&FBovespa).

Categorias: Iniciante, Intermediário, Fundos de ações, Ações, ETFs

O melhor momento para começar a investir na bolsa de valores

Entenda qual é o melhor momento para começar a investir na bolsa

Renda fixa é, na grande maioria das vezes, a principal aplicação escolhida quando as pessoas saem da poupança e começam a investir. Seja em um CDB, uma LCI, um fundo de investimento ou, principalmente, no famoso Tesouro Direto. Mas muitas pessoas ainda não sabem qual é o momento certo de dar um passo além e, por exemplo, começar a investir na bolsa de valores.

Medo, insegurança, falta de conhecimento e até comodismo podem ser os principais motivos dessa forma de investir não ser comum. Por isso hoje vamos analisar tanto os aspectos psicológicos de uma pessoa quanto o momento econômico para estipular “o melhor momento de investir na bolsa”. Vamos começar pelos malefícios dos exageros.

Categorias: Iniciante, Intermediário, Fundos de ações, Ações, ETFs

Investir em ações ajuda a diversificar carteira

Enquanto a caderneta de poupança tem o poder de encantar os brasileiros, a Bolsa de Valores costuma assustar os investidores. Com suas oscilações, o investimento em ações ainda é encarado como um bicho-papão, embora seja tão importante quanto as aplicações financeiras conservadoras.

Investir em ações ajuda a diversificar a carteira com foco em objetivos de longo prazo, mas não custa lembrar que a parcela desses ativos precisa ser dosada conforme o objetivo, horizonte de investimento e o perfil de risco. Em outras palavras, ter uma porção do dinheiro aplicada em renda variável é salutar, porém, é preciso ter cuidado para não ter prejuízo com escolhas feitas sem pensar ou com base em especulações do mercado financeiro.

Categorias: Iniciante, Intermediário, Ações, ETFs

Onde investir em 2017?

Conheça os melhores investimentos para 2017

Você já está se perguntando onde investir seu dinheiro durante o ano de 2017?

Neste artigo, vamos listar algumas aplicações recomendadas para você ter uma carteira equilibrada, preparada para o cenário de incertezas políticas e econômicas em nosso país.

Seus planos são para o curto prazo?

Se você precisará ter seus recursos de volta em até um ano, evite investimentos com maior volatilidade (ou flutuação de preços). Preocupe-se também em ter liquidez: escolha aplicações que permitam que você resgate seu dinheiro em poucos dias.

Nesse caso, os melhores investimento para 2017 são aqueles cujo rendimento é dado em função da taxa básica de juros do país, a Selic. Veja algumas opções:

Categorias: Iniciante, Intermediário, Avançado, Planejamento pessoal, Plano de investimento, ETFs, Títulos públicos

Vale a pena investir em ETFs?

A sopa de letrinhas das aplicações financeiras, com nomes dos mais variados, parece assustar quem está começando a investir. A oferta é generosa, tem para todos os gostos: CDB, LCI/LCA, COE, ETF, sem falar nas NTN-Bs ou LFTs do Tesouro Direto… Mas vamos parar por aí antes que tudo se misture na nossa e na sua cabeça.

Em meio a essa infinidade de siglas, você já ouviu falar dos Exchange Traded Funds (ETFs, na sigla em inglês)? Aqui no blog comentamos com frequência sobre essa modalidade de investimento. Aliás, temos um conteúdo sobre o que são ETFS. Descubra, em detalhes, como eles funcionam.

Mas afinal, se você já ouviu sobre os ETFs, pode estar se perguntando: vale a pena investir em ETFs? Para a resposta ficar mais clara, é importante destrinchar um pouco essa modalidade de investimento.

Categorias: Intermediário, ETFs

Como investir na bolsa de valores

Após atravessar turbulências em 2015, a bolsa de valores brasileira virou o jogo e voltou a chamar a atenção dos investidores pessoa física. O índice IBr-X 100, que reúne as 100 mais negociadas e relevantes ações listadas na BM&F Bovespa, registrou alta de 30% em 2016. De acordo com reportagem do jornal Valor Econômico, o fluxo da bolsa aumentou nos últimos 12 meses e os índices dispararam, principalmente com uma diminuição da percepção de risco político1.

Diante disso, você pode estar se perguntando: é hora de surfar essa onda, ou seja, vale a pena investir em ações neste momento? A resposta é inevitavelmente incerta. Assim como na vida não dá para saber como será o amanhã, no mercado acionário também não é possível determinar com precisão o que ocorrerá daqui a uma semana ou um ano.

Em época de mar agitado, ir com muita sede ao pote pode fazer com que você se afogue. Essa regrinha serve para o investimento em ações. Também não dá para seguir todo e qualquer conselho ventilado por aí, dizendo “compre (ou venda) suas ações porque você pode ficar pra trás”.

Categorias: Iniciante, Plano de investimento, Ações, ETFs

Como surfar na onda do “tsumoney”

Se você já acompanha nossos artigos há um tempo, deve ter estranhado esse título.

Você está certo(a), não temos essa pegada sensacionalista. Para nós, vale muito mais te orientar de forma consistente, prezando pela segurança do seu dinheiro e por sua tranquilidade. Mas… fazer isso não é muito atraente. “Investir bem é tão empolgante quanto assistir à grama crescer”, já disse o consultor Carl Richards, com razão.

Porém, o título que escolhemos para este artigo, apesar de chamativo, faz todo o sentido: vamos realmente mostrar o que você precisa fazer para surfar na onda do tal “tsumoney”.

Categorias: Iniciante, Intermediário, Plano de investimento, Ações, ETFs

Como a Vérios protege seu patrimônio durante crises financeiras

Keep calm and carry on. Mantenha a calma e siga em frente, diz o famoso cartaz inglês usado para tranquilizar a população durante a Segunda Guerra Mundial. Quando o mundo parece desabar, manter a calma pode ser uma ótima política – desde que se esteja preparado de antemão.

Para um país, a preparação para crises envolve medidas como ter uma boa infraestrutura, com muitos hospitais e um sistema de transporte público eficiente. Já no caso da sua carteira de investimentos, a chave para a proteção em períodos críticos é a diversificação bem-feita.

Neste artigo explicamos como estruturamos um aspecto da carteira inteligente da Vérios para proteger seu patrimônio mesmo durante episódios críticos para a economia, como o Brexit e o impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Categorias: Carteira inteligente, Plano de investimento, ETFs

Como declarar no IR seus investimentos em ETFs

foto do leao com legenda: ETFs no imposto de renda

Incluir seus investimentos na Declaração do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física pode parecer confuso à primeira vista, mas fique tranquilo. Fizemos este passo a passo para ajudar você com isso!

No caso do investimento em ETFs, o Imposto de Renda incide quando você vende os papéis, e apenas quando há ganho de capital.

Categorias: Planejamento pessoal, ETFs

Quanto custa cada tipo de investimento? Descubra as taxas escondidas

Investir é transferir o seu dinheiro do presente para o futuro, e existem diversas maneiras de fazer isso. Todas elas, porém, têm um ponto em comum: custos. Afinal, não existe almoço grátis. Todos os produtos e serviços financeiros têm custos para você. Você tem uma ideia clara de quais custos está pagando para investir? Talvez você se surpreenda.

Ao contrário de outros itens de consumo, você não vê o dinheiro saindo quando “compra” um investimento: o preço que você paga para investir pode ser descontado em vários momentos e de várias formas diferentes. Por isso, os custos dos investimentos têm, digamos, uma tendência à invisibilidade. Some-se a isso a falta de transparência típica do mercado financeiro, e a realidade é que poucos investidores conseguem dizer, na lata, quais os custos que pagam para investir.

O que tem na sua carteira de investimentos hoje? Fundos, Tesouro Direto, CDB, talvez algumas LCIs? Neste artigo, vamos ajudar você a destrinchar os custos – muitas vezes ocultos e difíceis de compreender – que incidem sobre os principais tipos de investimento disponíveis no Brasil.

Categorias: Ações, Compare e entenda, CDB, ETFs, Fundos de investimento, LCI e LCA, Poupança, Títulos públicos