Blog

Artigos na categoria: Fundos de investimento

Quer dicas sobre os fundos de investimento? Leia os nossos conteúdos com foco em fundos para fazer o dinheiro render mais.

Vale a pena resgatar minha previdência privada? Caso 1: VGBL

Previdência privada VGBL: vale a pena resgatar?

Quase todos os dias recebemos perguntas de pessoas que já investem em previdência privada. Apesar de desconfiarem de que o plano não é muito vantajoso, elas se sentem aprisionadas a ele. E então questionam: será que vale a pena sair da minha previdência privada para investir com a Vérios? Quanto dinheiro vou perder ao resgatar?

Faz um tempinho que planejamos iniciar esta série de artigos sobre quando faz sentido (e quando não faz) resgatar a previdência privada, mas sempre esbarramos nas peculiaridades de cada plano. São muitos os detalhes envolvidos, o que dificulta criar uma fórmula “universal” para essa análise.

Na prática, cada caso é um caso! O plano pode ser VGBL ou PGBL; pode cobrar ou não taxa de saída; o regime de tributação pode ser regressivo ou progressivo; o tempo de contribuição pode ser de um, dois, cinco, 10 anos… Todos esses fatores influenciam na decisão.

Neste artigo explicamos o que você deve levar em conta nessa avaliação caso seu plano de previdência privada seja do tipo VGBL. Fazemos também uma análise a partir de um caso real, comparando o desempenho de um fundo de previdência com a carteira inteligente da Vérios.

Categorias: Iniciante, Intermediário, Avançado, Carteira inteligente, Aposentadoria, Fundos de investimento

Fundos que cobram preço de churrascaria para entregar um prato feito

Estudo sobre os 10 maiores fundos de investimento

Em que investem os maiores fundos de investimento brasileiros? Para responder a essa pergunta, fizemos um estudo da composição dos 10 fundos com maior patrimônio líquido, ou seja, aqueles com mais dinheiro aplicado. O resultado é frustrante. Se você aplica em fundos oferecidos pelo seu banco, a leitura é obrigatória.

Categorias: Planejamento pessoal, Fundos referenciados, Fundos de investimento

Dividendos: como funciona a distribuição de lucros de empresas listadas em bolsa

Dividendos: saiba tudo sobre o pagamento de dividendos por empresas da bolsa

Quem nunca jogou Banco Imobiliário na infância ou na adolescência e não se lembra da alegria quando seu pino parava na casa “lucros e dividendos”? Como uma espécie de passe de mágica, ganhava-se dinheiro para investir mais em outras propriedades, pagar despesas ou simplesmente deixar em caixa.

Brincadeiras à parte, os dividendos também estão presentes em aplicações financeiras, como ações e fundos imobiliários, por exemplo. Neste texto, vamos focar apenas na distribuição de lucros de empresas com papéis negociados na bolsa de valores, a B3 (antiga BM&FBovespa).

Categorias: Iniciante, Intermediário, Fundos de ações, Ações, ETFs

O melhor momento para começar a investir na bolsa de valores

Entenda qual é o melhor momento para começar a investir na bolsa

Renda fixa é, na grande maioria das vezes, a principal aplicação escolhida quando as pessoas saem da poupança e começam a investir. Seja em um CDB, uma LCI, um fundo de investimento ou, principalmente, no famoso Tesouro Direto. Mas muitas pessoas ainda não sabem qual é o momento certo de dar um passo além e, por exemplo, começar a investir na bolsa de valores.

Medo, insegurança, falta de conhecimento e até comodismo podem ser os principais motivos dessa forma de investir não ser comum. Por isso hoje vamos analisar tanto os aspectos psicológicos de uma pessoa quanto o momento econômico para estipular “o melhor momento de investir na bolsa”. Vamos começar pelos malefícios dos exageros.

Categorias: Iniciante, Intermediário, Fundos de ações, Ações, ETFs

PGBL e VGBL: o básico sobre previdência privada

PGBL ou VGBL? Tire suas dúvidas sobre previdência privada!

A reforma da previdência tem sido um dos principais assuntos financeiros do momento. Recentemente, uma matéria de capa da revista Exame trouxe o astro do rock Mick Jagger com o seguinte título: “O que você e ele têm em comum — Assim como Mick Jagger, você terá de trabalhar velhice adentro”.

Apesar de todo buzz que esse tema tem gerado na mídia no momento e por mais que todo mundo saiba que vai precisar de dinheiro na aposentadoria, pouca gente realmente faz alguma coisa a respeito.

Categorias: Intermediário, Aposentadoria, Fundos de investimento

O erro número 1 de quem investe em previdência privada

Tire suas dúvidas e não caia em furadas ao investir em previdência privada!

Se você pensa em investir sua reserva de aposentadoria em um fundo de previdência privada, prepare-se para brincar de Sherlock Holmes.

Além do dinheiro propriamente dito, você também precisará investir algum tempo estudando direitinho se o plano faz sentido, se é adequado para o seu perfil e qual é o regime de tributação, por exemplo.

Porém, até mais importante que tudo isso, é preciso investigar os custos: eles são a fonte do erro número 1 de quem investe em previdência privada.

Categorias: Iniciante, Intermediário, Aposentadoria, Planejamento pessoal, Fundos de investimento

Fundos multimercados: o que são e como funcionam

Fundos multimercados: o que você precisa saber

Diversificar é uma das regras básicas na hora de investir o dinheiro. Para distribuir os ovos em diferentes cestas, há uma série de aplicações financeiras, entre elas os fundos multimercados, que costumam ser indicados para a diversificação dos investimentos.

Para se ter uma ideia do tamanho dessa classe de ativos, em outubro de 2016 os fundos multimercados no Brasil tinham patrimônio líquido de R$ 654,1 bilhões, o equivalente a 19,4% do patrimônio total da indústria de fundos de investimento, segundo dados da Associação Nacional das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima). Saiba como funcionam os fundos de investimento neste outro artigo.

Os fundos multimercados são mais complexos do que os fundos de renda fixa ou DI e os fundos de ações. Neste texto explicamos as características, vantagens e desvantagens, assim como os riscos dessa classe de ativos.

Categorias: Intermediário, Avançado, Fundos multimercados, Fundos de investimento

Fundos DI: o que são e como funcionam

Investimento em fundos DI

No cardápio de fundos de investimentos, os fundos DI são um dos prediletos do investidor brasileiro. A preferência não é à toa: esse tipo de fundo é um dos mais simples, entre tantas opções disponíveis no mercado – como fundos de ações, fundos multimercados e fundos cambiais. Leia mais sobre fundos de investimento neste outro artigo.

Vale destacar que, desde outubro do ano passado, os fundos DI deixaram de ter uma denominação própria, com a mudança na classificação de fundos de investimento feita pela Associação Nacional das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima). Hoje eles se enquadram dentro da denominação fundos de renda fixa.

Apesar de não serem mais classificados como fundos referenciados DI, essas carteiras continuam com grande apelo entre as pessoas físicas. Mas afinal, como esses fundos funcionam? Neste artigo, você vai conhecer um pouco mais sobre as características, vantagens e desvantagens dessa opção de investimento.

Categorias: Iniciante, Como funcionam, Fundos de investimento

Meu dinheiro está em um bom fundo. Resgato para investir com a Vérios?

pesando prós e contras: devo resgatar de um bom fundo?

Recebi esta mensagem de um leitor que nos acompanha há bastante tempo aqui no blog.

Oi, Felipe. Tudo bem contigo?

Hoje tenho R$ 700 mil investidos em um fundo da Brasil Plural. Para qual carteira de vocês deveria migrar para ter um risco semelhante e retorno ligeiramente maior?

Juro que se me convencer eu invisto 🙂

Abs,
Leonardo

Ele mandou o link para ver o fundo ao qual ele se referia: era o Brasil Plural High Yield FI Renda Fixa – Crédito Privado.

Categorias: Carteira inteligente, Compare e entenda, Fundos de investimento

Fundos de bancos: Vérios supera até 86% deles

fundos de bancos rentabilidade

Quem acompanha a Vérios há mais tempo sabe que, há cinco anos, começamos a revolucionar a forma como as pessoas investem. O combustível que nos move é uma mistura de três elementos escassos no mercado financeiro: tecnologia, transparência e praticidade.

Foi assim que, em 2011, construímos o Comparação de Fundos, o primeiro site a disponibilizar, de forma simples e grátis, informações oficiais sobre os fundos de investimento.

A Vérios aprendeu muito ao longo dessa trajetória. Acabamos percebendo que os fundos de investimento não são o melhor caminho para nossa missão. Queremos ajudar pessoas a investirem de forma segura, descomplicada, eficiente. Queremos protegê-las das armadilhas do mercado financeiro.

Categorias: Intermediário, Carteira inteligente, Fundos de investimento, Por dentro da Vérios