Blog

Artigos na categoria: LCI e LCA

Quer saber mais sobre ou como investir em LCI e LCA? Nós explicamos tudo sobre esta modalidade de investimentos.

É seguro investir em LCI e LCA?

é seguro investir em lci e lca?

É inegável que as Letras de Crédito do Agronegócio (LCAs) e Letras de Crédito Imobiliário (LCIs) conquistaram, nos últimos anos, o paladar do investidor pessoa física. Com a combinação de ingredientes que saltam aos olhos, como isenção de Imposto de Renda e mesma segurança que a caderneta de poupança, essas aplicações passaram a figurar entre as mais procuradas nas prateleiras de bancos e corretoras.

O apetite por esses papéis também foi aguçado pelo cenário econômico, marcado por juros altos e inflação elevada. Traduzindo em miúdos: a Selic – taxa básica de juros da economia – reflete diretamente no desempenho do Certificado de Depósito Interfinanceiro (CDI), uma taxa referencial para as aplicações conservadoras, incluindo LCI e LCA.

Categorias: Iniciante, Intermediário, LCI e LCA

Procuram-se informações sobre LCI e LCA

Já explicamos aqui no blog os 8 motivos pelos quais decidimos não incluir as Letras de Crédito Imobiliário (LCI) e do Agronegócio (LCA) de bancos de segunda linha nas carteiras diversificadas dos nossos clientes.

O primeiro motivo é que não conseguimos saber ao certo o que está por trás desses papéisA embalagem é muito atrativa, com rentabilidade alta, isenção de Imposto de Renda e garantia do FGC. Mas o que há dentro dela?

Telefonei para diversos bancos, emissores e custodiantes de LCI/LCA fazendo uma pergunta muito simples: o que tem dentro desses papéis de crédito? As respostas são assustadoras.

Tenho estudado e acompanhado a oferta de LCI e LCA há algum tempo. Vou compartilhar um resumo do que apurei até o momento para você refletir comigo.

Categorias: Intermediário, Avançado, LCI e LCA

Por que não incluímos LCI/LCA na carteira inteligente da Vérios?

As Letras de Crédito Imobiliário (LCI) e do Agronegócio (LCA) são um tipo de aplicação financeira que se popularizou bastante nos últimos anos. Atrativos como isenção de Imposto de Renda, garantia do FGC e rentabilidade acima da média para renda fixa contribuíram para aumentar a demanda por esses ativos.

Por isso, de vez em quando recebemos esta pergunta: “Por que não tem LCI e/ou LCA na carteira inteligente?”. Se a Vérios criou o serviço de investimento mais inteligente do país, por que deixaria de fora ativos que parecem tão bons?

Categorias: Intermediário, Avançado, Carteira inteligente, Por dentro da Vérios, LCI e LCA

LCI e LCA: o que são e como funcionam

As Letras de Crédito do Agronegócio (LCA) e Letras de Crédito Imobiliário (LCI) estão entre os produtos de investimento mais procurados pelos investidores brasileiros. Trata-se de títulos de renda fixa emitidos por bancos e garantidos por empréstimos concedidos ao setor imobiliário ou do agronegócio.

Neste artigo, vamos explicar o porquê dessa popularidade recente, os riscos e garantias envolvidos e as vantagens e desvantagens desse tipo de investimento.

Categorias: Iniciante, Como funcionam, LCI e LCA

[Planilha] Compare rentabilidades de CDB, LCI, LCA e Tesouro Selic

Qual investimento é melhor: uma LCI que paga 80% do CDI ou o Tesouro Selic (LFT)?

Recebemos questionamentos como esse frequentemente. Quem faz a pergunta geralmente leva em conta apenas a rentabilidade dos títulos.

Categorias: Intermediário, Avançado, Sem categoria, Plano de investimento, CDB, LCI e LCA, Títulos públicos

Conheça um investimento melhor que CDB, LCI e LCA

Se você concentra seus investimentos no banco, em especial em produtos como CDBs, LCI e LCA, saiba que está perdendo a oportunidade de investir melhor seu dinheiro, com diversificação.

Entenda as desvantagens de investir nesses produtos e conheça uma solução inovadora para você investir de forma diversificada – e prática – em títulos públicos do Tesouro Direto e uma pequena parcela de ações.

Categorias: Carteira inteligente, CDB, LCI e LCA

A alta dos juros pode fazer você perder dinheiro na renda fixa

Torre de blocos: o problema do crédito privado

Quando comecei a escrever esse artigo há alguns minutos, ele tinha o título A alta dos juros e a deterioração do crédito privado, mas achei que, com esse título chato, você não ia se interessar a ponto de ler. Sem ler, jamais saberia o risco que hoje ameaça os seus investimentos de renda fixa.

Sim, os de renda fixa. Aqueles que você acha que estão seguros.

Categorias: Intermediário, Indicadores econômicos, Plano de investimento, CDB, Fundos de investimento, LCI e LCA

7 coisas que você não sabia sobre o FGC

Boia salva-vidas: Fundo Garantidor de Créditos (FGC)

Você investe em LCIs, LCAs ou CDBs? Certamente, um dos motivos que o levaram a escolher esses investimentos é a segurança proporcionada pelo Fundo Garantidor de Créditos, o FGC. Essa é a instituição responsável por ressarcir os investidores se o banco emissor quebrar ou der calote.

A garantia oferecida pelo FGC é, atualmente, limitada ao valor de R$ 250 mil por CPF e por instituição financeira. Isso você já deve saber. Mas você faz ideia do saldo de que o Fundo dispõe para honrar com as garantias, em caso de inadimplência do banco? Ou quanto tempo pode demorar para você receber seu dinheiro de volta?

Apuramos algumas informações e curiosidades para você conhecer melhor o garantidor dos seus investimentos em crédito privado.

Categorias: Intermediário, CDB, Tipos de investimentos, LCI e LCA, Poupança

Quanto custa cada tipo de investimento? Descubra as taxas escondidas

Investir é transferir o seu dinheiro do presente para o futuro, e existem diversas maneiras de fazer isso. Todas elas, porém, têm um ponto em comum: custos. Afinal, não existe almoço grátis. Todos os produtos e serviços financeiros têm custos para você. Você tem uma ideia clara de quais custos está pagando para investir? Talvez você se surpreenda.

Ao contrário de outros itens de consumo, você não vê o dinheiro saindo quando “compra” um investimento: o preço que você paga para investir pode ser descontado em vários momentos e de várias formas diferentes. Por isso, os custos dos investimentos têm, digamos, uma tendência à invisibilidade. Some-se a isso a falta de transparência típica do mercado financeiro, e a realidade é que poucos investidores conseguem dizer, na lata, quais os custos que pagam para investir.

O que tem na sua carteira de investimentos hoje? Fundos, Tesouro Direto, CDB, talvez algumas LCIs? Neste artigo, vamos ajudar você a destrinchar os custos – muitas vezes ocultos e difíceis de compreender – que incidem sobre os principais tipos de investimento disponíveis no Brasil.

Categorias: Ações, Compare e entenda, CDB, ETFs, Fundos de investimento, LCI e LCA, Poupança, Títulos públicos

Alta dos juros: os dois lados da moeda

Relatório Economia em 5 minutos

Na primeira semana de junho, o o Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) fixou a meta da taxa básica de juros da economia, a Selic, em 13,75%. É o maior patamar desde janeiro de 2009. Se por um lado essa alta pode ter resultado em maior rentabilidade em seus investimentos, por outro, há riscos invisíveis que precisam ser observados.

Categorias: Economia em 5 minutos, Indicadores econômicos, CDB, Economia, Fundos de investimento, Outros fundos, LCI e LCA