Postado em: Avançado, Carteira inteligente, Iniciante, Intermediário, Por dentro da Vérios>Senta que lá vem história Por:
27 de Março de 2017 Ultima atualização: 17 de agosto de 2018

Comecei a entregar pizzas para comprar uma moto. Hoje, invisto todo o meu salário

27 de Março de 2017

Sempre incentivamos as pessoas que investem com a Vérios a compartilharem suas histórias. Hoje é a vez do Ronaldo, e podemos dizer que é uma das mais inspiradoras que conhecemos. Vamos lá?

Tenho 38 anos, trabalho como assistente administrativo durante o dia e entregador de pizzas à noite.

Sempre me preocupei em gastar só o que tenho e, mesmo assim, deixando uma margem de segurança, uma economia, na poupança mesmo. Sou controlado, compro tudo à vista, não sei parcelar.

Comecei a poupar efetivamente há quatro anos, mas foi por acidente. Eu senti vontade de comprar uma moto de grande cilindrada. Na época eu tinha meu emprego como assistente administrativo em uma empresa. Para conseguir juntar dinheiro para comprar a moto, busquei um segundo emprego como entregador de pizzas.

Voando mais alto

Minha ideia era comprar a moto à vista em pelo menos dois anos, sem recorrer a consórcio ou financiamento para não pagar juros. Passados os dois anos, eu tinha acumulado dinheiro para comprar duas motos.

Com a renda do segundo emprego eu fui vendo que era possível voar mais alto. Segurei e não comprei a moto. Comecei a pensar em comprar um apartamento. Mas ando ouvindo que é besteira comprar apartamento ou casa, que é melhor alugar e tal, então como não entendo muito disso, escolhi investir.

Passados dois anos, eu tinha acumulado o suficiente para comprar duas motos

No começo eu deixava o dinheiro na poupança. Fui conhecendo o Tesouro Direto e cheguei a abrir conta em uma corretora que nem existe mais, mas nunca coloquei um centavo lá. Depois de um tempo, abri conta em outra corretora, a Easynvest, porque ela não cobrava taxa para investir no Tesouro Direto. Até comprei uns títulos, mesmo sem saber o que estava fazendo. Não deu muito certo, eu acabava ficando na poupança mesmo, que era o que eu entendia.

Minha dificuldade foi sempre a falta de conhecimento, seja do mercado, da economia, nas características de cada título… Como saber se estou ganhando? Como saber a diferença entre os títulos? “Se eu deixar o dinheiro nesse título ganho X, se deixar no outro ganho Y”, era isso que eu queria saber. E o mais importante eu também não entendia bem, que era a cobranças de custos e descontos do Imposto de Renda.

O robô que investia automaticamente

Quem me apresentou a Vérios foi o meu irmão. Toda a instrução que eu obtive para sair da poupança, ou pelo menos a maior parte dela, veio dele. Ele é muito mais antenado nas novas tecnologias do que eu. Cada vez que eu falava que meu dinheiro ainda estava na poupança, os ouvidos dele doíam, mas ele me deixava à vontade para buscar informações.

Até que em uma das nossas conversas ele me falou sobre um robô que investia automaticamente. Foi o chamariz perfeito. Me pegaram, viu? Primeiro esperei ele experimentar e ver como funcionava. Aí um belo dia pedi para ele me enviar um convite porque eu queria tirar o dinheiro da poupança e cair de cabeça nos investimentos. Mas ajudou ter visto os ganhos dele no sistema de acompanhamento da Vérios.

A gente paga relativamente pouco pelo óleo do robô, e ele nos ajuda a ter melhores ganhos

Todo o dinheiro que recebo na pizzaria invisto com a Vérios. Ainda não pensei em objetivos para o valor que estou investindo, mas minha vontade é chegar em R$ 500 mil ou no primeiro milhão para poder viajar e talvez ser meu próprio chefe, fazer uma coisa mais gostosa na vida além de ser assistente… Mas não tenho nada definido sobre isso.

Se eu puder deixar um conselho para quem ainda está na poupança, seria o seguinte: acorde para a vida. Comece pelo robô. Não é preciso entender sobre investimentos para isso. A gente paga relativamente pouco pelo óleo dele, e ele nos ajuda a ter melhores ganhos.

Descubra o que você gosta de fazer e tente obter uma renda alternativa com isso para investir. E mesmo se não souber o que gosta de fazer, procure uma renda alternativa, pois o tempo está passando e a saúde é de graça, ou quase de graça, para colocarmos a mão na massa.

***

No primeiro e-mail que nos enviou, o Ronaldo dizia: “Creio que minha história não mereça destaque ou mesmo ser contada.” Uau, ainda bem que convencemos ele do contrário, não é mesmo?!

Depois que ele nos contou tudo, enviamos um e-mail agradecendo e dizendo que sua história tinha cativado toda a equipe. Ele nos respondeu assim:

“Não é querer vender nenhuma história, mas se soubessem o quanto nos empenhamos para ajudar as pessoas ao nosso redor, tentando passar o que estamos aprendendo sobre investimentos, falando da Vérios para todo mundo… Pena que muitos não têm essa pegada de investir, sabe? Mas falamos muito sobre isso. Na minha empresa eu tento educar mais as pessoas… Convido, mas primeiro falo pra fazerem a simulação no site. Aí espero elas me procurarem pra eu saber se querem mesmo investir com a Vérios, porque só tenho quatro convites (risos). Bom, é só pra falar que nós passamos as mensagens que vocês nos passam. E passamos de uma forma gostosa, natural, igual vocês nos passam, sem ser cansativos mas passando a real e importante mensagem que é investir.”

Ronaldo, um abração bem apertado da equipe! Obrigada por ter compartilhado em nosso blog essa história inspiradora. Nosso robô Ueslei tem muito orgulho de ter você como amigo.

Este artigo foi útil para você?
Comecei a entregar pizzas para comprar uma moto. Hoje, invisto todo o meu salário
4.8 (96.25%) 32 votes

Compartilhe:
27 de Março de 2017
Ultima atualização: 17 de agosto de 2018

Você pode gostar também…

383 12 2 min de leitura

Do bitcoin para a poupança, da poupança para a Vérios

Conheça a história do Luiz, um amigo do Ueslei que, após se arriscar no universo do bitcoin e investir na poupança, descobriu uma forma mais eficiente e segura de investir, com a Vérios.

Continue lendo
639 19 7 min de leitura

O que aconteceu quando decidi vender meu carro e investir o dinheiro

Inspirado pelo excelente texto do Ofli Guimarães “Por que troquei meu carro pelo Uber”, resolvi relatar minha experiência. A diferença, no meu caso, é que ven...

Continue lendo
154 1 7 min de leitura

O que descobri quando tentei criar meu próprio modelo para investir

Cada pessoa que hoje investe com a Vérios viveu uma trajetória única de descobertas. Abrimos este espaço para que elas possam narrar suas histórias de superação e...

Continue lendo

Comentários