Especial Gestoras: ARX Investimentos

Conhecido pela alta volatilidade, o mercado acionário pode ser uma das melhores opções para quem investe no longo prazo. Uma ação é a representação do capital de uma empresa: em tese, quanto maior o tempo em que se mantém a posição, maior é a chance de aproveitar seu crescimento e reter ganhos, seja por meio da valorização das ações ou via dividendos. “Em quais empresas listadas na bolsa devo investir?” é uma dúvida comum para quem mira o longo prazo. A resposta exige muito estudo e acompanhamento, de olho tanto nas empresas quanto nos seus setores de atuação. E é nessa árdua tarefa que a ARX Investimentos tem sobressaído em relação a outras gestoras que gerem recursos investidos em ações.

Uma gestora que já nasceu com grande vantagem competitiva

A origem da gestora remonta a 2001, quando a ARX Capital Management foi fundada por José Alberto Tovar e Carlos Eduardo Ramos. No final de 2007, a gestora já administrava R$ 4,7 bilhões, distribuídos entre 20 fundos, de ações e hedge funds.

Com mais de R$ 13 bilhões1 sob sua gestão, a ARX Investimentos é reconhecida por seus fundos de ações, que figuram entre os melhores da categoria em rankings

O crescimento da gestora carioca especializada em renda variável atraiu o braço de asset management do BNY Mellon. Em 2008, o grupo financeiro norte-americano adquiriu a empresa, que passou a se chamar BNY Mellon ARX Investimentos. Em setembro de 2013, a gestora teve sua denominação social alterada, passando a se chamar ARX Investimentos. A expertise dos gestores no mercado local somada à experiência internacional do BNY Mellon resultaram em uma distinta vantagem para a gestora.

A ARX acumula mais de R$ 13 bilhões1 sob sua gestão e é reconhecida principalmente por seus fundos de ações, que constantemente figuram entre os melhores da categoria em rankings do mercado2.

BM&F Bovespa, em São Paulo: Performance dos fundos de ações renderam à ARX, por três anos consecutivos, o prêmio ValorInveste

A aquisição da ARX Capital Management seguiu a estratégia global do BNY Mellon de expandir as suas operações internacionalmente, principalmente nos mercados emergentes. Atualmente, o grupo conta com 14 boutiques1 de investimento espalhadas pela Europa, Ásia e América, que juntas somam mais de US$ 1,6 trilhão1 sob gestão. A aquisição da ARX não afetou outras operações do BNY Mellon no Brasil, e as áreas de Controladoria e Administração Fiduciária continuaram operando de forma independente.

Foco na preservação do capital

Com 83 portfólios sob gestão e 48 pessoas1 na equipe, a ARX divide suas estratégias entre as categorias de ações long only, equity hedge, long & short, multimercado macro e renda fixa. Decisões de investimento passam por dois comitês de gestão: um deles é responsável pela gestão dos fundos macro e referenciados, e o outro responde pela gestão dos fundos de ações, long & short e equity hedge.

A filosofia de investimento da empresa passa pela otimização de risco e retorno, com foco na preservação do capital. Para isso, as escolhas são embasadas mais em julgamentos fundamentados do que em vantagens informacionais de curto prazo. Todo o trabalho de análise é direcionado para o processo de decisão, que conta com participação ativa das áreas de Macroeconomia e Equity Research.

A filosofia de investimento da ARX passa pela otimização de risco e retorno, com foco na preservação do capital. Escolhas são embasadas em julgamentos fundamentados

A equipe tem como princípio a análise fundamentalista e busca obter conhecimento diferenciado, que não esteja precificado nos títulos de mercado. Dessa forma, busca fontes de informação adicionais para agregar aos métodos convencionais de estudo. Além das visitas regulares às empresas investidas, o time de gestão escuta fornecedores, clientes, competidores de capital fechado, entre outros stakeholders.

O resultado desse cuidado com a escolha das empresas investidas fez com que a ARX fosse eleita a melhor gestora de fundos na categoria renda variável pela revista ValorInveste, por três anos seguidos (2011, 2012 e 2013), e eleita a melhor gestora na categoria alocação mista e flexível em 20142.

Encontrar o valor das empresas é o ofício de analistas e gestores. Entender o posicionamento, a condução do negócio, as vantagens competitivas, o setor em que atuam e o cenário macro econômico são alguns dos desafios enfrentados. Esquivar-se das falsas oportunidades, do desvio moral dos controladores e de projetos de execução duvidosa só ampliam a complexidade de quem pretende atuar neste mercado. São poucas as gestoras que sobrevivem e se firmam como referências. O objetivo principal é sempre preservar capital e gerar ganho real para os investidores.

Executivos ARX Investimentos

  • José Alberto Tovar Barreto de Melo: CEO da ARX Investimentos, Tovar é economista pela PUC-RJ. Antes de criar a ARX Capital Management em 2001, trabalhou por 17 anos no J.P. Morgan ocupando diversas posições, desde o comando da área de vendas até desenvolvimento de produtos. José Tovar faz parte do Operating Comitte global do BNY Mellon;

  • Bruno de Godoy Garcia, CFA: Gestor das estratégias long only e long & short, Bruno é engenheiro pela PUC-RJ. Começou sua carreira em 1998 no Opportunity Asset Management, onde foi responsável pela área de Risco. Saiu em 2001 para se juntar à ARX Capital Management;

  • Rogério Poppe, CFA: Gestor da estratégia long only, Rogério é engenheiro eletrônico pela PUC-RJ, com pós-graduação em Finanças pelo IBMEC. Iniciou sua carreira como analista do banco Graphus em 1993, foi gestor de renda variável nos bancos Itaú, Modal, CR2 e Opus. Em 2006, ingressou no BNY Mellon;

  • Frederico Saraiva: Gestor da estratégia equity hedge, Frederico é engenheiro pela UFRJ e iniciou sua carreira como analista de renda variável no banco BBM, em 2003. Ingressou na ARX já em 2007 como analista e, a partir de 2010, passou a fazer parte da equipe de gestão;

Linha do tempo

2001: José Alberto Tovar e Carlos Eduardo Ramos fundam a ARX Capital Management no Rio de Janeiro.

2008: BNY Mellon adquire a ARX Capital Management, criando a BNY Mellon ARX Investimentos.

2011: A ARX Investimentos recebe pela primeira vez o prêmio de melhor gestora de renda variável pela ValorInveste.

2013: A gestora tem sua denominação social alterada e passa a se chamar ARX Investimentos.

2014: A ARX Investimentos recebe pela primeira vez o prêmio de melhor gestora na categoria alocação mista e flexível pela ValorInveste.

1 Data-base: Julho/2014
2 Prêmios recentes:
Prêmio Top Gestão – Categoria Focadas/Alocação Mista Flexível, Revista ValorInveste 2014
Prêmio Top Gestão – Categoria Focadas/Renda Variável, Revista ValorInveste 2013, 2012 e 2011

Exceto quando expressamente indicada outra fonte, todas as informações deste artigo foram obtidas em documentos oficiais, reportagens publicadas pela imprensa, no website da gestora e/ou em conversa com a equipe da gestora.

Categorias: Especial Gestoras, Fundos de ações, Fundos de investimento