Especial Gestoras: BTG Pactual

Com 30 anos de história, o BTG Pactual é o principal banco de investimento da América Latina. Hoje conta com 57 sócios, patrimônio líquido de mais de R$ 16 bilhões e cerca de R$ 190 bilhões em fundos de investimento sob sua gestão.

O banco busca crescer e criar valor para os seus clientes por meio de investimentos no desenvolvimento financeiro brasileiro e pela expansão nas operações internacionais, além de investir em diversos setores, desde varejistas até companhias de infraestrutura.

A cultura de meritocracia, símbolo do banco, vem desde a criação da corretora Pactual, em 1984, que coloca como marcas da gestão da empresa o reconhecimento do mérito individual e um sistema de remuneração variável. Os funcionários são treinados a pensarem como sócios, sempre em busca de crescimento de longo prazo e diferencial competitivo.

Escritório do BTG Pactual em São Paulo
Escritório do BTG Pactual em São Paulo

O grande nome do banco, André Esteves, iniciou a carreira como estagiário na própria Pactual em 1989 e hoje comanda um grupo avaliado em R$ 31,3 bilhões¹, junto com Pérsio Arida, Marcelo Kalim, Roberto Salloutti e Renato Santos. Através do crescimento orgânico e de diversas aquisições, o Banco hoje tem operações globais incluindo Hong Kong, Singapura, Reino Unido, Estados Unidos, entre muitos outros países.

Na área de investimentos para pessoas físicas, o banco conta com uma equipe de gestão que acumula prêmios e reconhecimento, dentre eles a melhor gestora de fundos do Brasil pela revista Exame/FGV por dois anos consecutivos (2011 e 2012). Grande parte da equipe de gestão do BTG trabalha junto há mais de 10 anos e o CIO está no banco desde 1992.

Grupo Econômico

Hoje o BTG Pactual é muito mais que um banco de investimentos. A sua presença global e influência na América Latina propiciam oportunidades únicas e exclusivas para investimentos na economia real. Com conhecimento de mercado, mais de uma década de experiência e sólida base de análise, os investimentos do banco são concentrados nas áreas de Private Equity, Infraestrutura, Real Estate e Recursos Naturais. Algumas das empresas investidas mais conhecidas são: BodyTech, UOL, Mitsubishi Motors do Brasil, Leader, entre outras. Clique aqui para saber mais sobre as empresas das quais o BTG é sócio.

Partnership

EAo incentivar o trabalho em equipe, desenvolver os seus talentos e focar no empreendedorismo interno, o banco consegue diversificar as suas receitas e ainda ter um baixo custo operacional por receita. Dessa forma, o banco busca alinhar os interesses dos Partners com os dos demais investidores e reter os principais talentos. Conheça um pouco mais alguns Partners do banco:

  • André Esteves: bacharel em Matemática pela UFRJ, iniciou sua carreira na corretora Pactual como estagiário em 1989 e em 1993 já era sócio. Foi presidente do UBS Pactual após a fusão e em 2008 saiu do banco para fundar a BTG. Hoje é Diretor-Presidente do BTG Pactual;

  • Pérsio Arida: economista formado pela USP, com doutorado pelo MIT, foi Presidente do Banco Central do Brasil e Presidente do BNDES. Entrou na BTG como sócio em 2008. Hoje é Diretor da gestora do BTG Pactual;

  • Marcelo Kalim: bacharel em Economia pela USP, obteve seu MBA pela MIT Sloan School. Começou carreira no Pactual em 1996 como operador de Renda Fixa, foi corresponsável pelo Pactual Asset Management do UBS Pactual e saiu do banco em 2008 para se unir à BTG. Hoje é um dos diretores do BTG Pactual;

  • Roberto Sallouti: economista pela Wharton School, University of Pennsylvania. Começou no Pactual em 1994 e se tornou sócio em 1998. Foi Diretor Executivo do UBS Pactual, o deixou em 2008 para fazer parte da BTG;

  • Renato Santos: economista pela USP e administrador pela FGV. Iniciou sua carreira no Pactual na mesa de Renda Fixa em 1997 e em 2001 já era sócio. Hoje é responsável pela area de FICC, que desenvolve produtos novos de renda fixa, câmbio e commodities.

Linha do Tempo

1983: a Pactual é fundada no Rio de Janeiro como uma corretora de valores. Nos 13 anos seguintes, a corretora cresceu e tornou-se um banco completo, com escritórios por todo o Brasil.

2006: UBS AG adquiriu o Pactual, criando o “UBS Pactual”. André Esteves se tornou CEO de todas as operações latino-americanas do UBS.

2008: André Esteves e um grupo de sócios deixam o UBS Pactual para criar uma nova empresa com os mesmos princípios do antigo Banco Pactual. Em outubro criam a BTG.

2009: A BTG adquire o Banco UBS Pactual, criando o BTG Pactual.

2011: O BTG Pactual adquire aproximadamente 38% do Banco Pan-Americano.

2012: BTG Pactual abre o capital e capta R$ 3,65 bi, o que o posiciona entre as 20 maiores empresas listadas na Bolsa de Valores.

Atualizado em 15/07/2014
O BTG Pactual anunciou a compra do banco suíço BSI, por US$ 1,7 bilhão. A aquisição duplica o volume de investimentos sob gestão do banco, chegando a US$ 200 bilhões. De acordo com o BTG, a transação possibilitará a formação de uma franquia de private banking internacional, com robusta base de capital, capaz de oferecer aos seus clientes soluções de investimento inovadoras e customizadas, com uma abrangência global e serviços diferenciados.

1Fonte: Valor de mercado do Grupo BTG Pactual pela Bloomberg no dia 10/06/2014.

Exceto quando expressamente indicada outra fonte, todas as informações deste artigo foram obtidas em documentos oficiais do banco, no website do banco e/ou em conversa com a equipe do banco.

Categorias: Especial Gestoras, Fundos de investimento