Estudo da Vérios inspira reportagem premiada pela CVM

Uma notícia recente deixou nossa equipe bastante animada: a reportagem do jornal Valor Econômico “O custo da inércia”, feita a partir de um levantamento da Vérios, venceu o 9º Prêmio Imprensa de Educação ao Investidor, da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). O resultado foi divulgado no começo do mês de junho.

Nosso estudo mostra que dezenas de fundos de investimento DI e de renda fixa mantidos por bancos de primeira linha cobravam taxas tão altas que os ganhos da instituição tornavam-se superiores aos ganhos dos próprios investidores. Assinada pela jornalista Luciana Seabra, a matéria foi publicada em março de 2014. Saiba mais no artigo Fundos que ganham mais que seus clientes.

Dobradinha

O que nos deixou ainda mais contentes é que essa foi a segunda vez em que nos sentimos premiados indiretamente pelo nosso trabalho de educação do investidor. Em 2014, o 8º Prêmio Imprensa da CVM foi concedido à reportagem “Otimismo fatal”, também do Valor Econômico, sobre as armadilhas de seguir projeções de preço-alvo das corretoras.

A reportagem usou as recomendações das principais corretoras sobre compra ou venda de ações da OGX para alertar o investidor sobre o perigo de segui-las, assim como havíamos feito no artigo Preços-alvo de corretoras: um exército de zumbis. Assinada pelas jornalistas Beatriz Cutait e Alessandra Bellotto, a reportagem foi publicada em setembro de 2013.

Gostaríamos de parabenizar as autoras das matérias e o jornal Valor Econômico, que levaram adiante as pautas e apuraram os fatos com excelência. Em um mercado de investimentos curto-prazista como o nosso, iniciativas que promovam o esclarecimento do investidor são sempre bem-vindas.

Compartilhando conhecimento, não ruído

Ruídos e rumores de mercado, o mais novo investimento “do momento”, as maiores rentabilidades, “hora de comprar!”, “hora de vender!”… Tem muita gente atrapalhando seu aprendizado com esse blá-blá-blá. Nós não concordamos com essa abordagem, por isso trabalhamos com uma proposta diferente.

Aqui na Vérios, cada pessoa da equipe tem suas atribuições principais, mas é uma prioridade para todos dividir com nossos clientes e leitores o conhecimento necessário para investir com sabedoria, pensando no longo prazo e buscando opções de investimento longe das armadilhas do mercado financeiro.

O reconhecimento da CVM é uma motivação a mais para continuarmos esse trabalho. Os prêmios nos ajudam a lembrar que, desde o começo, temos nos dedicado à educação do investidor. As mudanças pelas quais estamos passando hoje são resultado de todo esse período de aprendizado e de busca por soluções que, de fato, resolvam as dificuldades que as pessoas enfrentam ao investir.

Mais sobre a premiação da CVM

De acordo com a CVM, o prêmio tem o objetivo de “colaborar com a educação financeira, estimulando a imprensa a veicular matérias e reportagens que, de modo didático, esclareçam as oportunidades e os riscos dos diversos investimentos disponíveis para pessoas físicas no mercado de capitais, auxiliando na formação de investidores mais conscientes”.

O Prêmio Imprensa de Educação ao Investidor é concedido anualmente aos autores das matérias ou reportagens que fiquem em primeiro lugar em cada uma destas três categorias: jornal, revista e mídia digital. O comitê responsável pela premiação é formado por membros da CVM, Abrasca, Anbima, Ancord, Apimec, BM&F Bovespa, IBGC e IBRI.

Mais um! (Atualizado em Julho/2016)

Saiu a lista das melhores matérias de 2015 e, mais uma vez, a premiada na categoria Jornal teve colaboração da Vérios. Veja os detalhes no artigo “Pelo 3º ano, CVM premia matéria que teve colaboração da Vérios“.

 

Estudo da Vérios inspira reportagem premiada pela CVM
5 (100%) 4 votos

Categorias: Vérios na mídia, Por dentro da Vérios
  • R S

    O valor tem o mérito de se interessar pelo estudo e publicar um artigo, mas o prêmio, por uma questão de justiça, deveria ser pelo menos dividido com vocês, que, em primeiro lugar, identificaram o problema, realizaram o estudo e o ofereceram o resultado pronto ao jornal.
    Parabéns.

    • RS, muito obrigado pelas palavras!
      As jornalistas do Valor também foram atrás de entrevistas com os bancos, declarações, etc, outras coisas que fazem a matéria ser excelente! Então claro que o resultado final é mérito dessas profissionais. Mas a gente também se sente honrado com os dois prêmios, com certeza!
      Dois anos seguidos? Não pode ser coincidência.