Postado em: Avançado, Iniciante, Intermediário, Planejamento pessoal Por:
5 de Janeiro de 2018 Ultima atualização: 5 de Janeiro de 2018

Gaste menos dinheiro com supérfluos seguindo estas 7 dicas

5 de Janeiro de 2018

Você compra por impulso? Não resiste a uma promoção e parcela em várias vezes, mesmo sem saber se realmente tinha necessidade de comprar?

Carol Sandler, jornalista e fundadora do site Finanças Femininas, estudou a fundo os aspectos psicológicos e sociais do consumismo, principalmente entre as mulheres, para escrever seu livro Detox das Compras: Como se Livrar do Consumismo e Repensar a Forma como Gasta seu Dinheiro, lançado em novembro de 2017.

Lidando diariamente com os problemas enfrentados por suas leitoras, Carol preparou sete dicas práticas para quem precisa frear o consumo e pôr as contas em ordem. O vídeo abaixo é um recorte de sua apresentação no evento “Assuma o Controle do Seu Dinheiro”, realizado pela Vérios em 23/11/2017 no Google Campus São Paulo. São apenas 19 minutos para você mudar a forma como gasta seu dinheiro.

Assista ao vídeo, entenda o problema social e as armadilhas psicológicas do consumo e saiba como se livrar das compras supérfluas:

Opa, não deu para assistir ao vídeo? Sem problemas, a gente coloca uma colinha das sete dicas, aqui. Mas não deixe de assistir quando puder, você não irá se arrepender.

1. Comece com consciência

Parece papo hippie, mas começar com consciência nada mais é que entender o que te move na vida, qual é o seu objetivo que depende de um planejamento financeiro.

2. Tire 10 minutos

Não dá pra negar que todos estamos sujeitos às compras por impulso. O problema maior é comprar algo que você não vai usar depois. Nas compras pela internet o desafio é ainda maior, é muito fácil. Antes de comprar, pare, vá olhar seus e-mails, bater um papo, tomar um café. Depois de 10 minutos, perceba se você ainda se lembrará daquilo que você queria comprar. Provavelmente, não.

3. Procure os padrões 

Todo mundo que perde o controle e compra mais do que pode segue um padrão de comportamento. Você compra quando está chateado(a) com alguém? Quando se sente desmotivado(a) no trabalho? Reconheça. Assim será mais fácil fugir das armadilhas.

4. Cuidado com as tendências

Animal print, pantacourt, óculos espelhados? Para quem gosta de moda, as tendências são motivos para comprar mais. Desligue o “filtro” da tendência. Evite o contato com esse tipo de informação. Crie seu próprio estilo, e assim você gastará muito menos.

5. Não use o cartão de crédito e não parcele suas compras

Cartão de crédito é apenas um meio de pagamento. A “dor” de contar as cédulas para pagar algo é muito maior do que usar o cartão. Por isso, deixe o cartão em casa! E se você não consegue somar as parcelas que assume e incorporá-las ao orçamento como despesas para os meses seguintes, não parcele. A chance de sua fatura virar uma bola de neve é grande.

6. Reconheça a diferença entre sonhos e desejos

Sonhos mudam o seu padrão de vida e não são fáceis de conquistar: comprar um apartamento novo, fazer aquela pós-graduação, juntar dinheiro para a aposentadoria… Já os desejos são passageiros, como trocar o celular por um modelo mais recente ou comprar aquela roupa da moda. Primeiro planeje os sonhos, depois encaixe os desejos.

7. Tenha uma meta para economizar

Ninguém faz dieta porque gosta de passar fome, mas sim porque quer ficar melhorar a saúde, se sentir melhor com seu corpo ou mesmo “entrar naquela calça”. Ter clareza dos seus objetivos ajuda a abrir mão temporariamente de certos prazeres. Se você souber para que está economizando, será muito mais fácil resistir às tentações do consumo.

Precisando assumir para valer o controle das suas finanças? Conheça o método dos envelopes e nunca mais você vai sofrer ao abrir o extrato do banco.

Este artigo foi útil para você?
Gaste menos dinheiro com supérfluos seguindo estas 7 dicas
4.8 (96.67%) 6 votes

5 de Janeiro de 2018
Ultima atualização: 5 de Janeiro de 2018

Comentários