Liquidez dos fundos de investimento

A liquidez é a facilidade com que um ativo pode ser convertido em dinheiro sem perda significativa de seu valor.

Em fundos de investimento, a liquidez é um reflexo direto dos prazos de resgate. Quanto maior o prazo de resgate, menor a liquidez, e vice-versa.

Os prazos de resgate em fundos de investimento costumam vir divididos em duas etapas: prazo de cotização e prazo de liquidação. O prazo de resgate total é a soma destes dois prazos.

O prazo de cotização é o tempo entre a solicitação de resgate e a conversão de suas cotas em dinheiro. Geralmente é estabelecido em dias corridos. Ao final desse prazo, é definido o valor final pelo qual as cotas serão resgatadas. A partir daí, passa a contar o prazo de liquidação, tempo entre a cotização e o efetivo pagamento do resgate em sua conta corrente. Geralmente é estabelecido em dias úteis.

Esquema explicativo da liquidez dos fundos de investimento: prazo de cotização e prazo de liquidação

Às vezes, é necessário abrir mão de liquidez (aceitar prazos de resgate mais longos) em uma parte de nosso patrimônio, para investir em estratégias de longo prazo, em busca de melhor retorno. Contudo, é importante que uma boa parte de nossas reservas fique sempre em produtos de alta liquidez (prazos curtos de resgate), para que estejam disponíveis em caso de imprevistos.

Em resumo

Liquidez é a capacidade de resgatar seu dinheiro rapidamente. Maiores prazos de resgate significam menor liquidez. É importante manter uma reserva de emergência com alta liquidez (prazos curtos para resgate).

 ——–
Gostou deste artigo? Ele faz parte de um guia completo, que busca responder uma dúvida muito comum: Como escolher um fundo de investimento? Clique para ler.

Liquidez dos fundos de investimento
4.43 (88.57%) 7 votos

Categorias: Plano de investimento, Fundos de investimento
  • Gustavo Vaz

    Muito bom o artigo, esclareceu muita coisa.
    Fiquei com uma dúvida, porém: caso eu solicite o resgate quando o fundo estiver com uma rentabilidade acumulada alta, mas, durante o prazo de cotização, a rentabilidade cair, eu vou receber a rentabilidade do dia em que solicitei o resgate, ou do dia da efetiva cotização?
    Pelo que entendi, quando solicito o resgate em um fundo com prazo alto de cotização de resgate, não faço a menor ideia do quanto vou receber. É isso mesmo?

    • Ana Vitória Baraldi

      Oi Gustavo!
      Tudo bem?

      A sua percepção está correta, o que vale é a rentabilidade da data de cotização.
      Caso o fundo tenha um prazo muito longo, a rentabilidade pode mudar completamente no meio do caminho.

      Espero que tenha ajudado.

      Qualquer coisa, nos avise.

      Abraços,
      Aninha