Se você é como a maior parte das pessoas, também se perde ao gerenciar a maneira como gasta o próprio dinheiro. O principal motivo disso é a contabilidade mental: nos sentimos "ricos" quando o salário cai na conta. Com isso, gastamos sem ter consciência de tudo que ainda precisa ser pago até o fim do mês. Não pensamos em como realmente queremos gastar nosso dinheiro.

Se você quer ter mais consciência dos seus gastos, direcionar seu dinheiro para coisas que realmente valem a pena e te deixam feliz, ou apenas busca um método realmente eficiente para organizar as finanças, está no lugar certo.

Em novembro deste ano, a Vérios organizou um evento no Google Campus São Paulo com o tema Assuma o Controle do Seu Dinheiro. Nosso CEO Felipe Sotto-Maior apresentou o método que usa para gerenciar suas finanças pessoais e que tem ajudado muitos amigos a viverem em paz (e mais felizes!) com o dinheiro, sem medo do final do mês.

A apresentação tem apenas 19 minutos. Assista ao vídeo e saiba como o método dos envelopes vai transformar a forma como você faz seu orçamento pessoal.

Por que o método dos envelopes funciona

Em vez de anotar despesas, você planejar como vai gastar seu dinheiro. Essa é a premissa do método dos envelopes. Olhe para frente, não para trás.

Para cada despesa, um envelope. Dentro dele, o dinheiro reservado para tal finalidade. Assim, você evita estourar o orçamento que precisa ser distribuído entre todas as despesas. 

É claro que esse método não é perfeito. Imagine sacar todo seu dinheiro e guardar em casa dentro de envelopes?!

O bom é que você pode seguir o método dos envelopes na nuvem, acessando pelo computador, tablet ou smartphone. Aqui na Vérios somos fãs do YNAB - You Need a Budget, empresa que oferece um software muito completo e inteligente para orçamento pessoal. Mas você não precisa comprar o serviço: pode usar o método para construir sua própria planilha de orçamento. Basta seguir as premissas.

Premissas do YNAB

As quatro premissas evangelizadas pelo YNAB sintetizam a essência do método dos envelopes. Confira:

1. Dê uma função para cada centavo

Estabeleça quanto você vai gastar com cada tipo de despesa ao longo do mês. Lembre-se de incluir suas contas fixas (como aluguel, luz, internet e condomínio), as despesas do mês (alimentação, transportes, remédios...), o valor necessário para quitar eventuais dívidas, suas reservas para investimentos e o quanto você irá gastar com itens mais supérfluos (diversão, restaurantes, compras).

2. Guarde para imprevistos

Não existem imprevistos. Pense bem. Natal, seguro do carro, viagem de férias... Você pode se planejar para todas essas despesas com antecedência, evitando assim um rombo no orçamento no momento em que elas acontecem. Se você reservar um pouquinho todo mês para essas despesas, quando elas aparecerem basta... pagar! O dinheiro está reservado para isso mesmo.

3. Seja flexível

É preciso ser flexível. É você quem manda no orçamento, e não o contrário. Gastar mais que o previsto em alguma despesa é normal. Nesses casos, cubra o valor extrapolado com o orçamento destinado a outras despesas supérfluas.

A principal vantagem aqui é que você não vai usar a contabilidade mental e ser surpreendido quando faltar dinheiro para outra coisa. Você vai tomar uma decisão consciente: em qual categoria (ou quais categorias) eu vou gastar menos, para cobrir esse gasto a mais. A relação de troca é clara e a escolha é pensada.

4. Viva com o salário do mês passado

O objetivo é criar um buffer, um colchão de segurança para que você não dependa do salário do mês para pagar suas despesas. Se você conseguir gastar um pouquinho menos do que seu salário, quando o salário do mês seguinte chegar você terá um pouco mais em sua conta. Se você está poupando 10% da sua renda, em 10 meses você tem um salário a mais em sua conta. O efeito positivo desse hábito ao longo da vida é incrível.

Que tal dar um primeiro passo aprendendo a fazer seu orçamento pessoal? Baixe aqui o conteúdo em PDF e inspire-se para mudar a forma como você gerencia seu salário.

Este texto foi útil para você?

Orçamento pessoal: assuma o controle com o método dos envelopes
5 (100%) 24 votes

Categorias: Avançado, Cansou de ler sobre investimentos?, Iniciante, Intermediário, Planejamento pessoal