Recentemente, uma agência independente de pesquisa em inovação no setor financeiro publicou um artigo com o título "Qual é o robô de investimento com a pior performance?" (no original: Who is the Worst Performing Roboadvisor?). O artigo, bem curto, avalia os dados divulgados por outra pesquisa independente, mas a conclusão do analista chama mais atenção que os dados em si. Veja o que você acha.

A agência em questão é Autonomous Research, fundada em 2009. O artigo foi publicado pela Autonomous NEXT, o braço de fintech da agência, sediado em Londres, que explora e avalia o impacto da tecnologia no futuro das finanças. O papel deles é abastecer os investidores institucionais (como grandes bancos, corporações e fundos de venture capital e private equity) com informação relevante para ajudar na tomada de decisão de investimento em fintechs.

Nós traduzimos o artigo, adaptando levemente para funcionar melhor em português. Esperamos que goste!

- - -

A firma de pesquisa BackEnd Benchmarking abriu contas e investiu com diversos serviços de investimento automatizados nos Estados Unidos, para ver qual seria a performance dos seus portfólios ao longo de 12 meses. As carteiras foram ajustadas para ter nível de risco moderado, com cerca de 60% em ações e 40% em renda fixa1, e os resultados podem ser vistos no gráfico abaixo. A rentabilidade média foi 10,6% no ano, com o serviço da Charles Schwab atingindo 11,9% e Acorns ficando em último lugar com 7,4% no ano. Betterment teve rentabilidade acima do Wealthfront, e Vanguard superou a rentabilidade do Personal Capital.

Rentabilidade dos Robôs de Investimento
Fontes: BackEnd Benchmarking, WealthManagement.com, Autonomous NEXT

Legenda do gráfico:
QTD = Quarter To Date (resultado no trimestre)
YTD = Year To Date (resultado no ano)
Trailing Year Return = Resultado dos últimos 12 meses

Mais importante que a rentabilidade, o que vale é olhar os índices de eficiência entre risco e retorno -- qual quantidade de risco os investidores correram para conseguir cada unidade de retorno? Parece complicado, mas é apenas o Índice de Sharpe. Nesse quesito, o Acorns tem um resultado horrível, com um índice que é praticamente a metade do melhor colocado, E*Trade. A FutureAdvisor também apresentou um Sharpe fraco, o que é surpreendente devido à sua relação com a BlackRock.

Sharpe dos Robôs de Investimento
Fonte: Autonomous NEXT

Então, os números dessa comparação servem para alguma coisa? Na verdade, não. Essa é a forma errada de avaliar o trabalho das empresas de gestão automática de investimento. Num mundo onde corretoras e assessores vendem produtos de investimento, esse tipo de comparação pelos números, brigando por qual carteira teve o melhor desempenho no ano, talvez fizesse sentido. Mas esse mundo é coisa do passado.

Essa é a forma errada de avaliar os serviços de investimento automatizado

Para os humanos que utilizam robo-advisors, o mais importante é alcançar seus objetivos financeiros pessoais e ter uma experiência de investimento fácil e sem stress. Para essa finalidade, as métricas mais importantes desses serviços deveriam ser sobre satisfação dos clientes, captação líquida, engajamento dos clientes com o serviço e com conteúdo educacional, retenção dos clientes durante crises (baixo risco!), e capacidade de evitar erros comportamentais pelos clientes. Comparar os serviços de investimento automatizados somente pela rentabilidade pode prejudicar essas empresas inovadoras, forçando-as a otimizar seus esforços em direção a métricas que não são o principal fator de decisão para os consumidores desse tipo de serviço.

- - -

E aí, você concorda? Nós achamos que esse comentário do autor faz sentido. Pense no investidor brasileiro. Onde está a maior parte do dinheiro? Nos bancos, onde a experiência é fácil e segura, apesar do investimento ser muito caro e ruim.

Quem deu o salto para as corretoras pode estar com rentabilidade mais alta, mas uma experiência trabalhosa, chata, e correndo altos riscos.

Nós queremos oferecer o melhor dos dois mundos: investimentos mais inteligentes, para mais pessoas, de forma fácil, rentável e segura.

Trabalhamos para que você tenha uma boa rentabilidade, mas com foco total na segurança. Segurança é saber que seu dinheiro está disponível se você precisar, que não vai sumir durante uma crise, e que você pode confiar na gente para cuidar dele com total transparência e alinhamento, sem taxas escondidas, sem pegadinhas.

Se é isso que você busca, faça um teste. Comece com um valor pequeno. Seja Vérios. Pode confiar.

Esse perfil com 60% em ações e 40% em renda fixa seria seria considerado altamente agressivo no Brasil. Porém, nos Estados Unidos é comum que as pessoas invistam grandes percentuais em ações. Isso se deve principalmente ao fato de que a taxa de juros americana é muito inferior à brasileira, e o mercado de ações, mais maduro.


Este texto foi útil para você?

Qual é o robô de investimento com a pior performance?
4.8 (95.32%) 47 votes

Categorias: Avançado, Planejamento pessoal, Por dentro da Vérios, Tipos de investimentos>Serviço de investimento automatizado