Recebeu bônus ou PLR da empresa onde trabalha? A melhor coisa a fazer é…

Dicas para investir seu bônus, PL ou PLR

Aproveitar!

Afinal, você trabalhou duro durante o ano passado e essa remuneração extra é mais do que merecida.

Pode ser que você já tenha planos para trocar o carro, fazer alguma extravagância de consumo ou talvez uma viagem. Mas, se me permite, posso dar uma sugestão?

Que tal separar uma parte do seu bônus ou participação nos lucros (PL ou PLR) e, em vez de gastar no presente, transferir para o futuro? Aliás, essa é a nossa definição preferida aqui na Vérios para o conceito de investir. Guardar uma parte da sua remuneração variável e aplicá-la de alguma forma é uma maneira inteligente de impulsionar o crescimento do seu patrimônio financeiro no futuro.

Um gás nas suas reservas para o futuro

Esqueça promessas de rentabilidades milagrosas ou chances pífias de ganhar na loteria. A dura realidade (que nem é tão dura assim, vai) é que a maior parte do seu patrimônio financeiro de longo prazo será construída a partir de sua própria capacidade e disciplina de poupança.

Desenvolver o hábito de sempre investir uma parcela da sua remuneração variável anual é uma forma de acelerar esse processo de independência financeira, sem a desvantagem de reduzir seu padrão de vida.

Como você gasta seu bônus?

Se você tem dificuldade de separar uma parte desses recursos para investir porque precisa pagar dívidas ou despesas correntes que contraiu ao longo do ano, sinal amarelo.

O bônus, PL ou PLR é uma fonte de renda futura e incerta. Depende do seu resultado pessoal e da empresa em que você trabalha. Ele não deveria ser utilizado para o pagamento das despesas correntes!

O bônus é uma fonte de renda futura e incerta, não deveria ser utilizado para o pagamento das despesas correntes

Muitas pessoas optam por comprar um carro novo ou dar entrada em um imóvel. Não há nada de errado nisso, desde que esteja previsto nos seus planos e dentro do seu orçamento. Se você ainda não possui esse nível de planejamento, o melhor a fazer é considerar sua remuneração variável como uma excelente oportunidade de começar a poupar.

Gastar ou poupar? Eis a questão

Todas as pessoas que buscam uma segurança financeira de longo prazo deveria pensar em investimentos não como a resposta para enriquecer, mas sim como a forma mais segura de transferir recursos do presente para o futuro. Já sabemos que, no futuro, quando o salário deixar de ser a principal fonte de renda, não poderemos contar com a aposentadoria pública para garantir nosso sustento. Dessa forma, a manutenção do seu padrão de vida passa a estar ainda mais vinculada à construção de um patrimônio financeiro.

Por outro lado, a decisão de consumir é sempre a mais simples e fácil. Além da satisfação pessoal, ela funciona como a recompensa por um período de trabalho intenso. Mas também sabemos que não podemos descuidar do futuro.

Como, então, tornar fácil a decisão de não consumir hoje para usufruir depois? Um bom caminho é começar a construir sua reserva para o futuro usando uma parte do seu bônus ou PLR, pois não é preciso alterar o seu padrão de vida para dar esse primeiro passo.

Construindo um hábito saudável: poupar

Em muitos casos, o mais difícil é dar o primeiro passo. Talvez você realmente tente poupar uma parte do seu salário todos os meses, mas nunca consegue juntar uma quantia que considere adequada para começar a investir para o seu futuro. E então você pensa: “No mês que vem tento de novo”. E sua reserva para o futuro nunca sai do papel.

Poupar é um hábito difícil de ser construído. No entanto, uma vez que ele é enraizado, se torna a cada mês mais fácil. Vai se transformando em algo automático para você.

Poupar é um hábito difícil de ser construído, mas uma vez que ele é enraizado, vai se transformando em algo automático

Como explicamos no começo do artigo, a sua capacidade de poupança possui um impacto muito maior na sua segurança financeira futura do que o resultado mensal dos seus investimentos.

A decisão de guardar e investir pelo menos uma parte da sua remuneração variável, além de gerar um impacto significativo em sua tranquilidade financeira, pode ser um incentivo para firmar o hábito saudável de poupar.

Conversando com uma pessoa que investe com a Vérios, ela me contou que ver o dinheiro rendendo vai virando uma “cachacinha”, e dá vontade de mandar mais e mais dinheiro todos os meses. Aliás, por aqui os aportes seguintes ao inicial são de apenas R$ 100, justamente para incentivar que as pessoas poupem e invistam pelo menos um pouquinho todos os meses.

Resumindo a conversa:

1) Seu bônus, PL ou PLR anual é uma ótima forma de começar a investir para o médio a longo prazo.

2) A decisão de investir não deve significar uma grande restrição no seu padrão de vida, ou você provavelmente terá muita dificuldade para continuar poupando e investindo.

3) Jamais conte com a previdência pública para sua aposentadoria.

4) Não conte com milagres ou dinheiro fácil, tenha expectativas realistas para os seus investimentos. A maior parte do seu patrimônio financeiro será construída a partir de sua própria capacidade de poupança. 

***

Decidido a investir uma parte da sua remuneração variável? Faça agora mesmo uma simulação com a Vérios e tenha uma carteira de investimentos diversificada e de baixo custo investindo em títulos públicos do Tesouro Direto e cestas de ações (ETFs) das bolsas brasileira e norte-americana.

Recebeu bônus ou PLR da empresa onde trabalha? A melhor coisa a fazer é…
5 (100%) 5 votos

Categorias: Iniciante, Intermediário, Avançado, Planejamento pessoal
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+

Felipe é cofundador e CEO da Vérios. Atuou por 7 anos como agente de investimento credenciado pela CVM e Ancord e cofundou o site Comparação de Fundos, primeiro a dar transparência a mais de 15 mil fundos de investimento. Felipe é advogado pela USP e especialista pós-graduado em Finanças Corporativas e Investment Banking pela FIA.

  • Eric Santos

    Concordo com o amigo quando ele diz que ver os investimentos rendendo é uma cachacinha. Não vejo a hora da Petrobras voltar a pagar PLR, vamos para o segundo ano consecutivo sem PL.