Rentabilidade absoluta e relativa dos investimentos

A rentabilidade é o quanto se ganha ou perde ao investir. Geralmente, quando se fala em rentabilidade, estamos falando da rentabilidade absoluta. Ela é expressa na forma de percentual sobre o valor investido.

Embora seja a primeira informação que muitos investidores buscam, a rentabilidade absoluta sozinha diz muito pouco sobre a qualidade do investimento, principalmente porque é pouco útil ao comparar períodos diferentes. Para saber se a rentabilidade está boa, é necessário compará-la com alguns parâmetros que mostram qual era a rentabilidade razoável para cada momento da economia.

É preciso ter uma referência

É preciso ter sempre uma referência. Na década de 1990, a taxa de juros chegou próxima a 50% ao ano. Nesse cenário, um fundo com rendimentos de 25% ao ano teria um desempenho medíocre. Já em 2014, com a taxa de juros em torno de 11% no ano, a mesma rentabilidade de 25% seria um rendimento excelente.

Banner 2

No caso da avaliação de fundos de investimento, as referências mais utilizadas hoje em dia são o CDI (Certificado de Depósito Interbancário) e o Ibovespa. Para avaliações de longo prazo, recomendamos utilizar sempre o CDI, mesmo que seja um fundo de ações.

Como ler a rentabilidade relativa?

Quando um fundo é comparado ao CDI, a rentabilidade absoluta é dividida pelo CDI do mesmo período. A rentabilidade relativa é expressa em percentual do CDI.

Rentabilidade absoluta CDI Rentabilidade relativa ao CDI
6% 12% 50% do CDI
9% 12% 75% do CDI
12% 12% 100% do CDI
15% 12% 125% do CDI

Já quando a referência é um índice de renda variável, como o Ibovespa, a comparação é feita por subtração. A rentabilidade relativa é informada em pontos percentuais.

Rentabilidade absoluta Ibovespa Rentabilidade relativa ao Ibovespa
12% 8% 4 p.p.
9% 12% -3 p.p.
-6% -7% 1 p.p.
2% -1% 3 p.p.

Um fator importante: a inflação

Quando tratamos de investimentos, a inflação é um indicador que precisa ser olhado com atenção, uma vez que ela determina o ganho real de poder de compra da sua aplicação. Para entender um pouco mais, veja o artigo sobre os três indicadores para acompanhar seus investimentos (os outros dois são o CDI ou juros e o Ibovespa, contemplados neste artigo).

Em resumo

Não se deve avaliar a rentabilidade absoluta isoladamente. É preciso verificar a rentabilidade do fundo comparada a índices relevantes (Inflação, CDI e Ibovespa, entre outros) e também com os riscos relacionados ao investimento.

banner-planilha-rentabilidade——–
Gostou deste artigo? Ele faz parte de um guia completo, que busca responder uma dúvida muito comum: Como escolher um fundo de investimento? Clique para ler.

***

Você está buscando investir de forma inteligente e diversificada? Conheça a carteira inteligente da Vérios, ela é otimizada para aumentar sua rentabilidade no longo prazo. Comece simulando a alocação ideal para o seu perfil.

 

Artigo atualizado em abril de 2015.

Categorias: Fundos de investimento, Indicadores econômicos, Iniciante, Plano de investimento