Pela primeira vez, você sabe exatamente quanto está pagando para investir

A Vérios cobra de 0,20 a 0,55% ao ano sobre o valor investido. Somado aos demais custos que você já teria para fazer tudo sozinho (Bovespa, corretagem, custódia, etc), o total fica em 0,95% ao ano, sobre o valor investido. Sem taxas escondidas, sem pegadinhas.

A Vérios é a única sem custos escondidos

O mercado financeiro tradicional costuma esconder taxas - ou torná-las tão complexas que é impossível entender exatamente quanto dos seus investimentos é descontado para pagar as diversas instituições envolvidas. Na Vérios, fizemos diferente. Assumimos todos os custos que incorrem sobre sua carteira, como taxas de corretagem e de custódia.

Compare:

Gestoras de fundos multimercados

2,00% a.a. de taxa de administração
+ 20% de taxa de performance
+ custos dos ativos (invisíveis)
+ encargos

Consultorias de investimentos

0,20 a 0,60% a.a. de taxa de consultoria
+ 0,80 a 2,50% a.a. de custos dos ativos
+ tarifas da corretora
+ spread (custos disfarçados)

Vérios

0,95% a.a.
Inclui tudo: custos dos ativos, corretagem, gestão e custódia

Gostaria de fazer outras comparações?

Transparência e alinhamento de interesses

Controlamos e prestamos conta de todas as taxas cobradas para que todos os custos de sua carteira nunca ultrapassem 0,95% ao ano.

O que está incluso nos 0,95%?

Toda e qualquer taxa cobrada na sua carteira já está inclusa no preço final da Vérios.

Taxas de corretagem na compra e venda de ativos
R$ 9,80 de corretagem a cada compra ou venda de ETF
Taxas de liquidação e emolumentos da BM&FBovespa
0,0325% do valor de cada compra
Taxas de manutenção e custódia da corretora e da BM&FBovespa
R$ 12,50 ao mês
Taxas dos ETFs
0,059% ao ano é a taxa de administração do PIBB11
0,24% ao ano é a taxa de administração do IVVB11
Taxas do Tesouro Direto
0,30% ao ano, cobrado pela BM&FBovespa
0,10% ao ano, cobrado pela corretora, sendo que o 1º ano é cobrado antecipadamente na data de compra
Taxa de gestão da Vérios

E quanto a Vérios cobra?

A remuneração da Vérios é o que sobra após o desconto de todas as outras taxas. Você paga exatamente 0,95% ao ano, e nós assumimos todos os custos envolvidos. Tudo mesmo! Por isso, nossa remuneração é flexível. Em geral, ela fica entre 0,20 e 0,55% ao ano dependendo de diversos fatores, como o valor que você investe, o nível de risco da sua carteira e a frequência com que você faz aportes e resgates. Mas não se preocupe, fazemos questão de transparência nesse ponto também: dentro do nosso sistema você vai saber exatamente quantos reais a Vérios cobrou na sua carteira a cada mês, separado dos demais custos.

Impostos

É comum confundir custos com impostos, mas são coisas diferentes

Os rendimentos dos investimentos em Tesouro Direto e em ETFs são tributados com Imposto de Renda (IR). Quanto mais tempo você mantém o investimento, menor é a alíquota, chegando ao mínimo de 15% para aplicações de mais de 720 dias. Aplicações que durem menos de 30 dias podem ser taxadas com Imposto sobre Operações Financeiras (IOF).

Ao fazer um resgate, as cobranças de Imposto de Renda são retidas na fonte, no caso do Tesouro Direto. Já nos ETFs, quando devido, o IR é apurado e pago no mês seguinte ao resgate. Apenas o repasse do Imposto Sobre Serviços (ISS), cobrado pela corretora, é tratado como um custo pela Vérios - e, portanto, está incluso na taxa de 0,95% ao ano.

Ajuda

Ficou alguma dúvida?

Consulte as perguntas frequentes ou envie-nos uma mensagem. Vamos responder o mais rapidamente possível :)

Esclarecer dúvida